Mistura inusitada: conheça a Milk Beer

Um estilo cervejeiro bem peculiar começou a circular no mundo da boêmia. Lançada em fevereiro de 2017 pela cervejaria Urbana a “Teta” é uma Milk Brown Ale, produzida com malte de cevada, lúpulo, flocos de milho e lactose.

A bebida, produzida desde 2012, de forma artesanal, chegou ao mercado para atrair em especial, o público que não abre mão de um adocicado na cerveja.

Mas não se engane a receita não leva leite, mas sim a lactose – o açúcar presente no leite – e a sua presença é justificada pela não fermentação desse elemento pelas leveduras presentes na cerveja. O resultado? O aspecto doce e encorpado na cerveja.

Imagem: Divulgação

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) proíbe a adição de qualquer ingrediente de origem animal em cervejas, então, a Urbana registrou a novidade como uma bebida alcoólica mista.

A Milk Brown Ale apresenta 6,9% de teor alcoólico e amargor de 40 IBU (Unidade Internacional de Amargor) – quanto mais alto, mais amargo – e apresenta notas de café e chocolate.

Mas não pense que a Milk Beer é novidade! O estilo da cerveja existe desde o século 19. Há registros que John Henry Johnson patenteou o modelo em 1875, mas somente em 1907 iniciou sua comercialização pela Makenson’s Brewery.

E você, conhece algum alimento ou bebida pra lá de inusitado com o leite e outros derivados? Conta pra gente.

E se você ficou com vontade de “tomar uma” confira nossas dicas de harmonização.

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *