Mães e filhas na produção de queijos! (parte 1)

Mineirinho Curiosidades, Destaque Universo Queijeiro Leave a Comment

Dona Alda e a filha Marcilene produzem juntas o queijo que leva o nome do pai

Dona Alda e a filha Marcilene produzem juntas o queijo que leva o nome do pai

Neste domingo, dia 13 de maio, comemoramos o Dia das Mães, e nós do Portal do Queijo não poderíamos deixar essa data tão importante passar sem prestar uma justa homenagem às nossas queridas mães, não é mesmo?!

E juntando homenagem com o nosso queijo rei, apresentamos para vocês dois relatos de filhas (spoiler: vocês vão ver que uma é nora-filha!) que aprenderam a profissão com as mães! Esperamos que gostem! Ah! E se quiserem nos mandar uma foto da sua mãe queijeira, basta nos acionar pelas nossas mídias sociais! Vamos adorar te ajudar a homenageá-la!

O primeiro relato vem de uma indicação da nossa editora-chefe Lorenza Coelho, que ouviu lá em Araxá durante evento que participou como jurada e noticiamos aqui: mãe dona Alda Maria Batista e filha Marcilene Abadia Borges estão há sete meses a frente da produção da queijaria AG (de Antônio Gonçalves), em Pratinha (MG), micro região do município de Araxá.

Marcilene, que além da produção de queijo cuida da parte de comercialização do queijo da família na região, também conversou comigo para contar quando decidiu aprender o ofício com a mãe. “Fiquei um tempo fora para estudar, mas retornei quando meu pai adoeceu. Ele era o parceiro da minha mãe na produção do queijo e quando ele faleceu, há 10 meses, decidi apoiar minha mãe nisso para manter a tradição do queijo do Sr. Antônio, como o nosso queijo AG era conhecido, e vem dando certo!”, conta.

“Mão boa para tempero como tem a minha mãe acho que ainda não tenho, mas posso afirmar que sei bem o ponto do queijo e tenho melhorado a cada dia”, completa animada!

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *