Queijo premiado gera fila de espera

Mineirinho Curiosidades, Destaque Leave a Comment

Bruno Cabral, da COMER QUEIJO, entregando o Troféu SUPER OURO ao Osvaldo Filho, da QUEIJO D'ALAGOA-MG

Bruno Cabral, da COMER QUEIJO, entregando o Troféu SUPER OURO ao Osvaldo Filho, da QUEIJO D’ALAGOA-MG

Maturar queijo requer paciência. Para aguardar o queijo, também. Confira mais detalhes aqui! Fila nos caixas, fila nos balcões, fila nos pedágios e por aí vai. A lista é longa. Filas de espera geralmente dão calafrios. Mas a fila de espera pelo Queijo Faixa Dourada é uma exceção à regra. “Vale a pena esperar, o queijo é sensacional” afirma o médico e escritor Doutor Barakat, de São Paulo.

“Quem tem pressa come queijo fresco”. Esta é uma das frases queijísticas do Osvaldo Filho, fundador da Queijo d’Alagoa-MG e colaborador do nosso Portal desde o começo do ano. Ele é o responsável por ter feito a maturação do queijo que levou o Troféu Super Ouro no III Prêmio Queijos Brasil, sendo considerado o Melhor Queijo Artesanal de Leite Cru do Brasil.

O Queijo Faixa Dourada, que se destacou dentre 403 queijos de Norte a Sul do Brasil, tornou-se cobiçado por quem toma vinho e cervejas especiais e também para os adeptos à dieta low carb, pois é um queijo curado, aromático, de sabor picante e persistente na boca. Não é pra menos, o queijo fica maturando em tábuas de madeira por 30 a 60 dias. Durante o período de afinagem é virado de posição diversas vezes e é banhado com um ingrediente natural secreto.

A produção é pequena e a demanda é grande. O jeito que o mineiro encontrou para equacionar a situação foi fazer uma fila de espera. “A gente tem que ter o dom da paciência para maturar e o cliente tem que ter a paciência para aguardar a sua vez de receber o queijo”, brinca Osvaldo.

Falando sobre Tremruá no Portal do Queijo, reveja aqui o post de estreia de Oswaldo no Portal!

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *