Estrutura da queijaria

Mineirinho Notícias, Produtor Leave a Comment

O projeto de construção e instalação da queijaria deve obedecer aos princípios do IMA e da EMATER.

Durante o processo de estruturação para criar uma fábrica de queijos artesanais, o produtor deve entrar em contato com a EMATER e o IMA, para esclarecimentos legais e ter um planejamento melhor durante a obra.

Outra informação importante é a necessidade de um laudo técnico sanitário da queijaria, ele deve ser emitido por um Médico Veterinário.

Durante o processo de estruturação é fundamental a presença de quatro ambientes. São eles:

  1. Área para recepção e armazenagem do leite;
  2. Área de fabricação;
  3. Área de maturação;
  4. Área de embalagem e expedição;

Outro ponto importante durante a estruturação é a localização da queijaria ao local de ordenha.

Se ela for próxima, o envio do leite para o local de armazenagem deve ser realizado através de tubulação de material não tóxico, de fácil higienização e não oxidável. Ela deve ser vedada quando não estiver em uso.

Se a queijaria for afastada do local da ordenha, a área de recebimento deve ter um tanque de fácil higienização que permita a passagem do leite até a área de fabricação. Nessa área também devem ser realizados o controle de qualidade da  matéria-prima e higienização dos latões.

O estabelecimento de fabricação deve dispor também, de meios para a coleta de lixo e de materiais não comestíveis, antes da eliminação, evitando o ingresso de pragas e evitando a contaminação das matérias-primas.

A eliminação dos resíduos devem seguir as normas especificas.

São alguns pontos da estrutura adequada que devem ser seguidos para o bom funcionamento e apresentando como resultado, belos queijos para o consumidor.

 

FONTE: Cartilha do Queijo Minas Artesanal – Sistema OCEMG

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *