Queijo e higiene

Quer aprender a produzir queijos? Confira boas práticas de higiene

Portal do Queijo Consumidor, Destaque Saúde, Notícias Leave a Comment

Já falamos aqui sobre como produzir queijo minas.

Mas não custa nada destacar sobre as boas práticas de higiene na produção de queijo, já que adequar-se às exigências sanitárias é fundamental para garantir a qualidade do produto e se diferenciar no mercado. Pensando em quem quer também se empreender em 2019, separamos dicas dicas do Sebrae  para o preparo do queijo:

 

Higiene pessoal
A qualidade do queijo é garantida com base no gerenciamento correto da matéria-prima e da adoção de práticas salubres por parte dos trabalhadores.

O trabalhador da queijaria deve estar adequadamente vestido, com uniforme, botas, luvas, touca e máscara de proteção.

As roupas e acessórios são fundamentais para garantir que o queijo não seja contaminado, além de proteger a integridade física e a saúde do trabalhador.

O equipamento de uso diário deve estar sempre limpo. Botas e luvas podem ser higienizadas com uma solução clorada. O ideal é que máscaras e toucas sejam descartáveis.

É preciso também evitar o consumo de alimentos no local de produção dos queijos, para impedir contaminações.

Limpeza das instalações
A adoção de medidas permanentes de limpeza no espaço de produção e adjacências é essencial para garantir a qualidade do produto.

Equipamentos, instalações e maquinários devem ser cuidadosamente higienizados, eliminando os resíduos da produção que são altamente perecíveis.

A higienização deve ser feita com detergente neutro, água potável, esponja, escovas e vassouras de cerdas duras, baldes e luvas de borracha.

O aconselhável é começar a lavagem pelo piso, paredes e mesas. Em seguida, faz-se a limpeza dos equipamentos e utensílios, enxaguando tudo com água corrente. A secagem pode ser feita com rodos e panos previamente higienizados.

Após essa etapa inicial, indica-se fazer a sanitização com solução de água com cloro (100 ml de cloro para cada dez litros de água). O objetivo é eliminar micro-organismos que porventura tenham resistido à primeira limpeza.

Armazenamento
Os cuidados com a higiene também devem ser tomados na fase de armazenamento.

As peças devem ser acondicionadas em local seco, bem higienizado e com condições de refrigeração adequadas para cada tipo de queijo.

As prateleiras de armazenamento e maturação devem ser feitas com materiais facilmente higienizáveis, com preferência para madeira tratada e fibra de vidro.

Transporte
Para o transporte, os queijos devem ser acondicionados em caixas de plástico limpas.

O traslado deve ser feito somente em veículo fechado, sem a presença de outros produtos.

Os queijos devem estar devidamente embalados, evitando assim a contaminação.

Fiscalização
As queijarias são regularmente inspecionadas por órgãos que garantem a qualidade e a devida higiene das instalações, como o Serviço de Inspeção Estadual de Produtos de Origem Animal e a Vigilância Sanitária.

Estar de acordo com as normas de limpeza, armazenamento e transporte é fundamental para a manutenção e o sucesso das queijarias.

A adoção rotineira de boas práticas pode render certificados de qualidade que serão um diferencial competitivo para o seu produto, que terá destaque no mercado pela qualidade e respeito às normas de fabricação.

Saiba mais

Confira o guia técnico (em PDF) para a implantação de boas práticas de fabricação em unidade de produção do queijo minas artesanal.

Sobre Portal do Queijo

Portal do QueijoHá mais de 20 anos de mercado, Lorenza Coelho, onde passou por todos os tipos de veículos de comunicação. Atualmente, dirige uma empresa de comunicação (www.leccomunica.com.br) onde trabalha com diversos estabelecimentos gastronômicos e convive diariamente com chefs. Nascida em Congonhas/MG, não tem como amar o queijo. Por onde passa, gosta de conhecer e apreciar essa iguaria.

Compartilhe esse post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *