Furto de Queijo

Carga roubada de queijo avaliada em R$ 628 mil é recuperada pela Polícia Civil

Mineirinho Notícias Leave a Comment

Motorista que transportava produto foi rendido em Lima Duarte, na Zona da Mata; Carga foi encontrada dentro de uma empresa de laticínios em Itaobim, no Vale do Jequitinhonha

Uma carga de 20 mil quilos de queijo muçarela avaliada em R$ 628 mil e que havia sido roubada no dia 25 de junho, em Lima Duarte, na Zona da Mata, foi recuperada no último sábado (4), após investigação da Polícia Civil. Os produtos foram encontrados em uma empresa de laticínios em Itaobim, na região do Vale do Jequitinhonha. O dono da empresa não foi encontrado no local, mas vai responder por receptação.

De acordo com a Polícia Civil, a carga teria saído de Ponte Nova, na Zona da Mata, no dia 24 de junho, em direção a Itapevi, em São Paulo.  O motorista do caminhão que transportava os queijos teria parado em um posto de combustível na BR-267, para descansar. Ele contou que minutos depois da parada foi rendido por um homem encapuzado e armado que o obrigou a dirigir por cerca de um quilômetro na rodovia.

Em certo momento, o homem pediu que o motorista parasse o veículo e desacoplasse o baú do caminhão, onde estava a carga. “O motorista ficou 12 horas em poder dos assaltantes que levaram a carreta e trocaram o cavalo trator seguindo com essa carga passando por Belo Horizonte e indo no sentido Diamantina. Nós temos a notícia de um veículo e três pessoas que participaram da abordagem do motorista. Ele teria sido violentamente rendido sob a utilização de arma de fogo”, explicou o delegado César Matoso.

Após abandonar a carga e ser rendido, o motorista foi encapuzado pelos suspeitos e ficou sob o poder deles até as 6h do dia 26 de junho. Depois disso ele foi liberado em uma estrada próximo ao município de Nepomuceno, no Sul do Estado. Ninguém foi preso até o momento.

“Em relação a carga, outro caminhão mecânico acoplou ao baú e fez a condução da carga até Diamantina. Diligenciamos até Diamantina, buscamos mais informações e conseguimos confirmar e inclusive fazer a apreensão do caminhão que estava até retornando (de Itaobim)”, explicou o delegado.

Na empresa de laticínios em Itaobim, os policiais encontraram parte da carga já pronta para a mudança de rótulos para ser vendida. “Nós acreditamos que a carga foi encomendada pelo receptador porque é uma carga específica, que demanda uma refrigeração constante e o receptador trabalha no ramo de laticínios. Tem, portanto,  as condições adequadas de refrigeração para manter essa carga em condições de comercialização sem perda do valor econômico”, disse o delegado.

Apesar de ninguém ter sido preso até o momento, a Polícia Civil informou que já mapeou toda a organização criminosa e deve pedir a prisão dos suspeitos em breve. “Desde os assaltantes até os receptadores e pretendemos, em breve, estar representando junto ao poder judiciário, pela decretação da prisão preventiva ou temporária dos mesmos”, pontuou o delegado.

As informações são do Jornal O Tempo

“Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *