Galpão de descanso para o gado leiteiro possibilita conforto térmico

Portal do Queijo Produtor 1 Comment

Uma nova técnica vêm sendo adotada entre os produtores de Patos de Minas, em Minas Gerais. Compost Barn é um sistema que consiste na construção de um galpão de descanso para o gado leiteiro. Com o sistema é possível melhorar o conforto e o bem-estar dos animais, resultando no aumento dos índices de produção.

 

A Emater – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – na cidade, tem promovido periodicamente encontros técnicos com os produtores de leite e especialistas  para divulgar o sistema e suas especificades.

 

Ao todo, já são 112 produtores em 24 municípios na região com o sistema implantado ou em fase de implantação, que é um total de aproximadamente 10 mil vacas leiteiras.

 

O extensionista da Emater-MG em Patos de Minas, Oswaldo Ferreira, explica que o sistema consiste na construção de um galpão que funciona como uma grande área de cama comum (descanso) para o rebanho.

 

O objetivo é proporcionar ao gado um conforto, evitar que fique solto no pasto e fique dentro do galpão, em cima de uma cama – que deve ser de palha de café ou maravalha, por exemplo. Além dos ventiladores instalados no espaço, que também atuam na redução da umidade e na eliminação de gases produzidos pela decomposição da cama, que é composta também pelos dejetos dos animais.

 

 

Tudo é para melhorar o rendimento da produção do gado. “Temos um ambiente controlado termicamente, e onde o gado também recebe alimentação e água. A vaca fica confortável e produz mais”, o aumento da produtividade pode chegar até a 20%.

 

É preciso fazer o revolvimento da cama no mínimo duas vezes por dia, para acelerar a aeração do material. Já o recolhimento do composto e a troca da cama podem ser feitos uma vez por ano.

 

A Emater-MG auxilia na elaboração do projeto técnico do galpão e também econômico, caso o produtor queira ter acesso à linhas de crédito rural.

 

Outro ponto positivo do sistema é a sustentabilidade. Os dejetos liberados no campo são levados para córregos e nascentes em períodos chuvosos. No Compost Barn, o esterco está concentrado ali e será reutilizado no sistema produtivo.

 

Oswaldo Ferreira defende que “É um novo modelo de pecuária de leite no Brasil, que é um avanço e tem muitas vantagens. Acredito que nos próximos dois anos o número de produtores utilizando o sistema aqui na região vai dobrar”.

 

Vantagens do sistema

– Redução de problemas de casco do rebanho;

– Melhoria da qualidade do leite;

– Redução da contagem de células somáticas;

– Menor incidência de mastite bovina;

– Não há presença de moscas e de carrapatos;

 

Crédito: Divulgação/Emater-MG

 

“Compartilhe

Comments 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *